skip to Main Content
Daniel Pinheiro Apresentou Técnicas E Sugestões Para Melhorar A Expressão No Digital

Daniel Pinheiro foi o terceiro convidado do ciclo “Road to Doing Business”. O ator centrou a sua sessão em técnicas e para melhorar a comunicação não verbal em reuniões digitais.

Pelo terceiro dia consecutivo, o “Road to Doing Business” promoveu uma sessão digital, desta vez, intitulada “Pitch – Comunicação e Expressão”. Daniel Pinheiro, ator e formador na Escola de Startups da UPTEC, foi responsável por uma apresentação dedicada a “desmistificar a ideia que a comunicação no mundo digital é menos exigente que no mundo físico”.

Comunicar vai muito além das palavras. Trabalhar a respiração e a postura e compreender, por exemplo, a ocupação do espaço ou o enquadramento num ecrã, permitem melhorar o processo de comunicação, complementando a mensagem que se passa de uma tecnologia, de um produto, de um serviço ou de um negócio. 

Num formato informal e descontraído, os participantes foram convidados a trabalhar ferramentas que permitam “sermos mais empáticos e ainda mais eficazes na forma como pensamos e colocamos em prática a nossa comunicação” num contexto digital.

“Na verdade, cada um de nós tem a sua forma de expressão e comunicação. O que importa é a nossa capacidade de adaptação a uma nova realidade, onde impera o espaço digital. No entanto, isso não deve limitar-nos. O ecrã que nos separa do nosso interlocutor não nos pode fazer esquecer que temos um corpo e esse corpo deve estar ativo e em linha com a mensagem que queremos fazer passar”, salientou Daniel Pinheiro. 

Entre as várias dicas deixadas pelo formador, destacam-se a relevância das pausas no discurso, a ativação do corpo, enquadrar corretamente a webcam e ter consciência do espaço que ocupamos. 

“Estou certo de que o período que vivemos irá dar origem a novas formas de expressão e vai trazer-nos novas capacidades. É, por isso, necessário que o nosso corpo e a nossa mente se adaptem, o mais rapidamente possível, a esta nova realidade”, referiu. 

Sobre o material de suporte à apresentação, elemento normalmente indispensável, Daniel Pinheiro deixou presente a ideia que este deve “servir apenas de suporte”, num cenário em que “não pode prevalecer sobre o mensageiro ou sobre a mensagem”. Além disso, defendeu o convidado, “é preciso uma apresentação original, pensada numa lógica memorável, única e emocional”.

Esta quinta-feira, o “Road to Doing Business” chega ao fim com duas sessões: a primeira irá realizar-se às 11h e será dedicada ao tema “Cooperação entre Startups e Organizações Maduras”, com as presenças de Sonja Moosburger e Rafael Pires; a sessão de encerramento, com início às 17h, ficará a cargo de Rui Coutinho e vai abordar o tema “Estratégia de Inovação”. 

Fique a saber mais e inscreva-se gratuitamente na página oficial do Doing Business.