Novo investimento, novo produto, desenvolvendo a partir do Porto – Conheça a Musikki

A Musikki, startup que fornece serviços B2C e B2B na área da música, incluindo a Musikki Music API, fechou uma nova ronda de investimento no valor de 1 milhão de dólares com a Portugal Ventures.

O que começou como uma app para música, diversificou a sua oferta para crescer como empresa. De acordo com João Afonso, co-fundador e CEO,

“A Musikki foi estabelecida como uma app para o consumidor, um ‘IMDB para música’. Mas rapidamente diversificamos a nossa oferta ao lançar a Music API, que fornece dados, conteúdo e a informação necessária para desenvolver novos serviços de música. O objetivo da Musikki Music API é fornecer tudo, menos a música em si. Foi durante a nossa procura para oferecer uma solução integrada para programadores de aplicações para música que identificámos a necessidade que os negócios têm em aceder e gerir rapidamente fotografias oficiais de alta qualidade, relacionadas com música."

Esta startup nasceu em Aveiro, mas tem agora escritórios em Londres porque "a indústria musical está lá concentrada, torna-se tudo muito mais fácil e rápido."

No entanto, o desenvolvimento é feito no Porto.

Porquê o Porto?

Como se pode ler em entrevista em IndustriasCriativas.com, João Afonso acredita que a cidade oferece diversas oportunidades para as startups das indústrias criativas:

“O Porto oferece uma maior base de recrutamento, o que torna mais fácil encontrar os profissionais com os perfis que desejamos. Além disso, o Porto é uma cidade mais cosmopolita, onde se aposta na cultura e nas indústrias criativas. Para nós, este é um ponto extremamente importante. A Musikki é um projeto global, mas antes de o escalar precisamos de afinar o nosso modelo de negócio e a forma como nos articulamos com os diferentes stakeholders da indústria. Queremos criar sinergias com artistas, editoras, promotores, salas de espetáculo, lojas de música, etc., para depois replicarmos o que fizermos no Porto em Londres, Nova Iorque, Tóquio, São Paulo… Queremos, por exemplo, criar iniciativas com a Casa da Música e o Primavera Sound, e depois replicar com o Royal Albert Hall e o Glastonburry."

A Musikki procura oportunidades no mercado para encontrar formas de crescer:

“Ao detetar falhas no mercado, a Musikki criou a Exclusiph, uma ferramenta inovadora de gestão e distribuição de imagem para a indústria da música. Todas as imagens na plataforma Exclusiph estarão também disponíveis viaMusikki Music API, o que permite a atualização das imagens dos artistas, através de quase qualquer serviço de música, numa questão de segundos, revolucionando a promoção e o marketing da música."

A Exclusiph é lançada ao assegurar este investimento - uma ferramenta inovadora de gestão e distribuição de imagem para a indústria da música, que está já a ser usada por editoras independentes como a 4AD e o Secretly Group.

O objetivo é começar na indústria da música, mas escalar depois para outros sectores como os filmes, moda ou desporto, que dependem também muito dos sistemas de gestão e distribuição de imagem.

Contactos

ligue-nos+351 222 097 161

Câmara Municipal do Porto Pelouro da Inovação e AmbientePraça General Humberto Delgado, 4º Piso4049-001 Porto, Portugal

envie-nos emailpelouro.ia@cm-porto.pt

ECOSSISTEMA DE STARTUP E SCALEUP DO PORTO



Ver Agora